sábado, 23 de outubro de 2010

Liberte-se!Use sua própria cabeça!

Volto a escrever,após muitos meses de inatividade , porque considero um momento oportuno em discutir um assunto polêmico, uma vez que antes de tudo mexe com paixões ideológicas:a política.
Em primeiro lugar, por uma questão de honestidade intelectual, tenho o dever de informar que eu tenho sim um lado, e que tenho preferência ideológica por partidos de esquerda, que são, dentre os que existem, os que mais se aproximam das minhas idéias,muito embora eu tenha discordância em vários pontos.Acho que não preciso dizer em quem votarei nas eleições presidenciais, que foi a mesma pessoa que votei no 1º turno,está claro a todos.

Ainda sim, peço um voto de confiança aos leitores deste post, pois garantirei a vocês que tentarei ser o mais ponderado e imparcial possível em minhas análises, muito embora eu tenha consciência que minha imparcialidade tenha limites,como em qualquer ser humano.

Como podemos descrever o atual momento político brasileiro?seria uma guerra santa, do bem contra o mal, ou apenas uma disputa política pelo poder entre partidos políticos?Nem uma coisa nem outra.
Obviamente é um pouco exagerado.Claro que existe uma disputa política entre os 2 mais importantes partidos politicos atualmente.Quando se trata de meras disputas políticas, se espera todo tipo de baixaria, que esta visceralmente associada ao disputa de poder brasileira.É evidente que certas baixarias são condenáveis,entretanto, partindo de pessoas sem escrupulos e notóriamente de credibilidade duvidosa,acabam se tornando até mesmo motivo de piadas pela maioria de nós.
O que ocorre nesta eleição é algo mais complexo:grupos políticos, que oficialmente são apartidários e sem vínculos com o estado estão entrando pesadamente na campanha a favor de um candidato e usando todos os tipos de métodos ao seus alcance pra elegê-lo,que eles julgam, por motivos mais que ideológicos, serem o mais adequado pra atender seus interesses.No início, este grupo era majoritáriamente representado pelos grandes meios de comunicação, que viram contrariados muitos de seus interesses pelo atual governo.Depois,vislumbrando mais uma vez promessas de obter privilégios e benefícios,ocorreu a adesão de religiosos cristãos, católicos e protestantes.
Eu não sou ingênuo ao ponto de achar que o PT se negaria a receber esta adesão, caso tivesse a oportunidade de estar do outro lado.O ponto que quero chegar é que o jogo passou a ficar muito pesado, a partir do momento que há apoio unânime de um dos lados pelos grupos de maior poder ideologico deste país, que usam da sua suposta credibilidade para impor suas visões e versões às pessoas que nelas creem,se aproveitando da sua ingenuidade e falta de dicernimento intelectual em alguns casos, ou alimentando o ódio e preconceito da parcela da população tradicionalmente anti-PT de outro.Interessante é que essas mesmas instituições construíram sua credibilidade por passarem uma imagem de retidão ética,moderação e justiça.O que se vê desses instituições,lamentavelmente,é justamente o contrário de tudo isso, e não tenho medo de afirmar que as suas práticas hoje são tão sujas quanto os políticos e entidades(no caso das igrejas) mais demonizadas por eles.
E por isso, eu , mais do que um post , exponho e compartilho com vocês minha indignação por tudo isso.Peço que , antes de pensarem em votar em alguém que parece o mais honesto, preparado ou "santo" porque a igreja diz, ou porque é a imagem que ele passa na TV, que pensem, e vão atrás de outras fontes de informações que mostrme um contraponto a verdades absolutas.Da mesma forma, quando ouvir alguém dizer que o outro candidato é do mal,que é terrorista, corrupto,tente , novamente procurar informações que contraponham esta visão.A partir do momento que você tiver informações sólidas dos 2 lados pra formar sua posição,poderá,com segurança,fazer suas escolhas.Não se engane:versões unilaterias e maniqueístas NUNCA serão posições sensatas e isentas.
E qual foi a intenção de eu dizer tudo isso?Não tenho pretensões de convencê-lo de votar na mesma opção que a minha, uma vez que divergências ideológicas são naturais e essenciais para uma sociedade plural e evoluída culturalmente.A minha intenção é alertar , principalmente pessoas apolíticas que, caso você se deixe levar pela opinião de supostos "especialistas" . confiando cegamente no que dizem, você invariavelmente será usado como margem de manobra por grupos que apoiam estas pessoas por interesses privados que nada tem a ver com os SEUS interesses e os interesses da sociedade.A partir do momento que você desenvolve e usa sua consciência crítica, estará,pois, habilitado pra tomar posicionamentos segundo os seus principios, e interesses.Daí, poderá realmente se responsabilizar pelo seus atos e consequências de suas escolhas, pois as terá feito segundo um julgamento próprio.Ser de direita ou esquerda não importa, isso é algo pesssoal,o que é inadmissível é você ser mais uma peça de peão no jogo,que será sacrificada na mera oportunidade de uma nova estratégia.Liberte-se!O mundo é muito maior que seu microuniverso de futilidades.

3 comentários:

Fernando disse...

Pegando o gancho: "grupos políticos, que oficialmente são apartidários e sem vínculos com o estado estão entrando pesadamente na campanha a favor de um candidato", concordo e acho um absurdo!
Onde já se viu um dito presidente da república se prostituir de garoto-programa, ops, garoto-propaganda de um outro(a) candidato(a) empurrado na goela do povo dito brasileiro? Propaganda eleitoral gratuita, meu ovo de esquerda e meu ovo de direita também! Ninguém aqui precisou ter votado sequer uma vez na senhora Dilma para apoiar sua campanha! Já o fazemos comprando um chiclete na esquina! Rios de verba pública, dinheiro seu/dinheiro meu, sendo injetados numa campanha maciça e vergonhosa em prol da manutenção de uma oligarquia capenga por mais 4 anos no poder! Não, isso NÃO é uma democracia! Quando comeeçou a ditadura, nem sequer fomos avisados. Quando vierem me chamar pra guerra, me farei de doido: agarrar-me-ei numa árvore ou numa pedra para que me trancafiem num manicômio e me esqueçam enquanto durar o massacre!
É triste ver que ainda existem pessoas - inteligente, inclusives - que sinceramente acreditam que existe esse negócio de "de esquerda" ou "de direita" numa terra de lobos comendo uns aos outros como a nossa. E aí? Qual o próximo predador topo-de-cadeia que você vai escolher? O senhor X ou a senhora Y? Que diferença isso faz?
Viva a ditadura!

PS.: Assistamos 'Tropa de Elite 2', todos nós. Depois, conversemos sobre política no Brasil.

Um mundo a ser compartilhado disse...

Sabe o problema?é muito mais fácil e cômodo pra nós acusarmos todos de ladrões e fecharmos os olhos pra realidade.Claro, eles são ladrões, sem escrúpulos e por isso não tó nem aí.Mas quem são os políticos?são seres vindos de outro planeta pra dominar a sociedade?são representantes do diabo na terra?não!são pessoas como nós, que tem práticas semelhantes a muitos de nós(por mais que isso nós doa admitir), e muitas das pessoas que crticam suas atitudes fariam o mesmo se tivessem no lugar deles, e isso também não a transforaria em pessoas do mal que pensam exclusivamente em se beficiar do poder.O sistema político brasileiro é sujo?Claro que é ! e não tenha dúvida, nossa omissão diante desta sujeira nos torna também culpados por ele ser o q é hj.Mas o fato de ser sujo,o fato de haver corrupção não invalida todas as ações do estado no sentido de melhorar a vida da sociedade,mesmo q em grande parte tenham como intenção continuar no poder.Se forem ações positivas,elas continuarão positivas,independente de quais eram as intenções das pessoas que as implementaram.Existem diferenças ideológicas entre partidos políticos sim,e afirmo isso a partir de critérios objetivos, pois já tivemos governos de diferentes partidos e cada um tem atitudes diferentes,seguindo suas orientações ideológicas(sem entrar no mérito de serem ou não estratégias eleitorais demagógicas de conquista de grupos ideologicos).Voce pode pender pra um lado,para o outro, pode inclusive rejeitar os 2 ,caso nenhuma das propostas lhe agrade,mas não pode negar o que de fato é.A corrupcão é uma outra história,que só será efetivamente entendida e amenizada no dia que a nossa sociedade olhar pra dentro de si e tentar entender dá onde surgiu este monstro.

Fernando disse...

Por isso que, em aulas de Biologia da Conservação, nas quais se cita uma série de medidas e atitudes que, mesmo indo contra alguns instintos naturais humanos, devem ser implementadas se for do desejo da humanidade perdurar, pode ser relevante lembrar aos estudantes que, se mesmo alguém do povo, que vê de perto tantos problemas e misérias é capaz de roubar do mesmo povo SEU que o alimentou, vestiu e elegeu, existem sérios problemas culturais que empatam a partilha justa e equilibrada de recursos. Disciplina e rigor são, por vezes, necessários e talvez não estejamos prontos...
Mas, ao menos, tentemos(!)(?)