sábado, 27 de março de 2010

Luta Eterna

Às vezes realmente dá vontade de chutar tudo ir para a cama e nunca mais me levantar.Ficar lá, no meu universo de abstrações, sem começo nem fim, sem fadigas físicas ou mentais,sem ganhadores ou perdedores.Tudo se comporta como gostaria que fosse, tudo está dentro do meu controle, tudo é possível.Mas porque, mesmo tantas vezes tendo considerado essa possibilidade,não a executei de fato?
Não tenho respostas fechadas,mas posso dizer o que penso.Existe algo dentro de mim, mesmo diante de muitos fracassos e decepções que me faz crer que amanhã, ao acordar,a tempestade terá terminado e o céu se abrirá para mim.Tenho a esperança que aquelas pessoas que outrora sequer notavam minha existência, vão olhar e sorrir para mim.Eu acredito nisso, mesmo que toda a realidade factual me dê indícios do contrário que isso um dia ocorrerá.Também sinto que aquilo que parecia difícil de entender ou aceitar se tornará algo simples e que todo meu valor será visto por todo o mundo.
Não é fácil acreditar em tudo isso quando a realidade te é hostil,mas antes de mais nada, eu confio na minha intuição e na capacidade de sentir e absorver o mundo de forma que me faz enxergar aquilo que os olhos e os fatos não nos permitem ver.E todas as vezes que os fatos me desanimam , eu deparo com a minha "realidade interior" que me mostra um mundo bem distinto do que vivemos;um mundo que está em estado de latência,mas que precisa, de alguma forma,em alguma natureza, uma perturbação energética que possa ativá-lo e assim, libertá-lo ao mundo exterior.Então, eu me levanto, enxugo as lágrimas e volto a andar.Volto ao caminho de procurar libertá-lo dessa prisão interior.Eu sei que isso acontecerá,ainda que demore anos,eu o darei vida e forma a esse mundo exterior.Essa é a motivação que me faz continuar a caminhada,por mais impossível que ela seja, minha intuição não se engana: eu chegarei onde eu quero e serei tudo aquilo que mereço ser.

Nenhum comentário: