sábado, 9 de maio de 2009

Dificuldades e aprendizados

No texto anterior falei sobre as diferenças.Em contraposição, poderia agora escrever sobre as semelhanças.Entretanto, creio que esse tópico é mais importante, pois o anterior está contido neste.Deixemos de divagações.
Não é fácil morar só.Principalmente quando se passou a vida inteira morando e tendo tudo dos seus pais, da simples apoio psicológico a dependência financeira.Agora você precisa administrar seu dinheiro,cuidar da sua casa, cozinhar, resolver seus problemas, lembrar de tudo que precisa fazer e comprar no mês, e tudo por conta própria.Se alguma coisa der errado?Te vira,resolve de algum jeito ou encara as consequências.O difícil não é entender, é aceitar.
Mas apesar de no inicio todo aquele processo de adaptação ser realmente duro, você aprende com o tempo que só assim que se consegue amadurecer e evoluir como um todo.Aqui você precisa tomar decisões, sejam elas certas ou erradas.Algumas vezes conseguimos tomar decisões certas, mas na maioria das vezes fazemos besteira.Mas ai você vê que no dia seguinte, aquele erro te serviu pra que aprenda quais os passos que devemos evitar.
Ah, claro, não podia passar desse tópico sem comentar umas das dificuldades centrais que estou tendo por aqui:o idioma.Hoje, me arrependo de ter estudado tão pouco e não ter me empenhado o suficiente nesse pouco tempo.Mas agora, depois de quase um mês e meio, vejo que já evolui bastante, já melhou muito meu nível de compreensão, já consigo me comunicar, apesar da visível dificuldade.Estou aprendendo a perder a vergonha de errar também, e como disse, é um processo natural do aprendizado e talvez seja a única forma de conseguirmos aprender de forma duradoura.

Isso tudo tem me feito crescer,numa velocidade que eu mesmo não esperava.Hoje, eu já não acho que voltarei diferente, eu já mudei muito, e acredito que para melhor.Mas sempre há os dois lados, novos desafios aparecerão, com muitas grandes dificuldades, não tenho a menor dúvida.São apenas novos acontecimentos que se sucedem, se trarão coisas boas ou ruins dependerá da forma como irei encará-los e o quanto estarei disposto em extrair deles.
Por agora é só...Aguardem, em algum momento terá mais !