domingo, 26 de abril de 2009

Diferenças

Diferenças.Não poderia iniciar com uma melhor palavra.Palavra que , por sinal, aprendi em alemão não fazem muitos dias,e justamente, deveria ser a primeira palavra nova que deveria ter aprendido.
Tudo aqui é muito diferente.Da simples forma como alguém se dirige a você até os aspectos mais particulares da cultura.Não há como não perceber, de tal modo que às vezes,tamanha diferença me faz sentir em outro planeta.
No início, o novo deslumbra.Com o passar dos dias, percebemos que nem tudo é maravilhoso e que muitas dessas diferenças não são fáceis de se entender, e até mesmo de se aceita.Por mais que você não seja um apaixonado por seu país, não há como se fugir do fato de toda tua base cultural ter sido fundamentada na cultura da região em que você nasceu.Não há como fugir disso, já esta fundamentado até mesmo em seus gestos.
O convívio com outros brasileiros me fez também perceber que nos enganamos achando que temos grandes diferenças.Sim, alguns falam "" outros "arrê egua", "macho","meu", "vice", "ôxe", "piá" , "meu rei" "guri",mas apesar de tantas diferenças, as semelhanças superam infinitamente.Perdemos muito tempo nos sentindo gaúchos,paulistas,cariocas, ou nordestinos.Somos todos brasileiros, por mais que tenham havido diferentes formas de povoamento, de formação cultural, existe, seja por culpa da internet, ou televisão ou sei lá o que mais, uma unidade cultural muito forte,que nos identifica como brasileiros.Infelizmente, ás vezes você precisa sair do Brasil pra perceber isso.
Para finalizar, voltemos ao tema Alemanha.Estou sim em um mar de diversidades, de constantes choques culturais, mas estou gostando de tudo isso, justamente porque foi isso que sempre me motivou a conhecer a Europa.Conhecer teoricamente te dá a ciência de que aquilo existe.Mas o aprendizado, e a profunda compreensão das coisas, passa necessariamente pela necessidade de vivenciá-las para que assim possa percebê-la e conhecê-la em suas nuances,e não apenas em uma noção geral.

4 comentários:

Fernando Cachica disse...

Caraca maluco, palavras muito bonitas ae hein! Vou frequentar mais esse blog aqui! hehe... Grande abraco fera!

Fernando disse...

Talvez, quando se sair desse planeta para bater um papo com criaturas do outro lado da galáxia nos achemos entre nós infinitamente iguais, caindo por terra rótulos como "europeus", "hindus", "africanos", "amarelos" e achemos os colegas intra-galáticos fantásticamente diferentes de "nós".

E um belo dia, ao tentar-se esboçar uma interação com seres inter-dimensionais, nos sintamos até mesmo envergonhados de termos um dia nos sentido tão diferentes de vizinhos nossos conlactâneos.

Anônimo disse...

As divisões políticas são meras invenções dos humanos!
No fim somos todos iguais =D

Te amo mto beijão

Mariana Sampaio disse...

adoro seus textos, espero que esteja bem ;]